Dúvidas

  1. Qual é a política de segurança do site?
  2. Nosso portal utiliza um certificado SSL (Secure Socket Layer) de segurança internacional. Este sistema é o mais avançado que existe e conta com nível máximo de criptografia (AES-256 de 256 bits), ou seja, todos os dados do usuário são criptografados antes de serem transmitidos para a rede internet e o computador do mesmo tem seus dados totalmente privativos.

    Este sistema de chaves SSL é o mesmo sistema de segurança utilizado por grandes instituições financeiras atuantes no país.

    Topo
  3. Como divulgamos os leilões?
  4. A divulgação ocorre principalmente através das mídias digitais, tais como: portal na internet, email, whatsapp, facebook e instagam. Eventualmente ocorre através de jornais, revistas, rádio e televisão.

    Topo
  5. Como se definem as regras do leilão?
  6. A definição das regras obedece a legislação aplicável, tais como: Consolidação das Leis Trabalhistas, Código de Processo Civil, Lei de Execuções Fiscais, Lei de Falências, etc...

    O leiloeiro oficial é isento de qualquer responsabilidade com as exigências legais, prazos e procedimentos judiciais.

    Seu papel é auxiliar na elaboração das regras e execução do leilão devido a sua experiência na realização dos mesmos, sempre observando a legislação pertinente.

    Topo
  7. Quem estabelece o valor mínimo de venda?
  8. O art. 891 caput e parágrafo único do CPC estabelece que considera-se vil o preço inferior ao mínimo estipulado pelo juiz e constante do edital, e, não tendo sido fixado preço mínimo, considera-se vil o preço inferior a cinquenta por cento do valor da avaliação.

    Assim sendo, cabe ao juízo definir o preço mínimo para arrematação, sendo que no silêncio deve-se respeitar como valor mínimo os cinquenta por cento do valor da avaliação.

    Topo
  9. É possível parcelar o valor de arrematação?
  10. De regra o pagamento é à vista. Contudo, se autorizado o parcelamento pelo juízo, a opção estará presente no edital de leilão e na descrição do lote.

    Topo
  11. Como funciona a assinatura do auto de arrematação?
  12. No caso de leilões eletrônicos, cuja participação é exclusivamente via internet, o leiloeiro poderá assinar o auto de arrematação pelo arrematante. Alternativamente e a critério do leiloeiro, o auto de arrematação poderá ser remetido via email ao arrematante para impressão, assinatura e devolução do documento digitalizado por email ao leiloeiro.

    Se o leilão for presencial, o arrematante deve assinar o auto de arrematação pessoalmente.

    Topo
  13. Quero arrematar um lote, mas preciso que no auto de arrematação conste o meu nome e de mais uma pessoa como arrematante. É possível? Como devo proceder?
  14. Sim, é possível. No caso de leilões eletrônicos, cuja participação é exclusivamente via internet, a regra é emitir o auto de arrematação somente no nome da pessoa que arrematou o bem, devidamente cadastrada e autorizada pelo sistema. Mas, para ter a emissão do documento em nome de mais de uma pessoa, é necessário solicitar antes do leilão expressamente através de email dirigido ao leiloeiro. Na solicitação deverão ser enviados os documentos pessoais da outra pessoa, tais como: a) se pessoa física: RG com CPF ou CNH e Comprovante de Residência (sendo casado, também Certidão de Casamento/Escritura Pública de Declaração de União Estável e RG com CPF ou CNH do cônjuge); b) se pessoa jurídica: Contrato Social Consolidado/Requerimento de Empresário/Ato Constitutivo/Documento Equivalente, RG com CPF ou CNH do Sócio-administrador e Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral no CNPJ.

    Se o leilão for presencial, no momento da lavratura do auto de arrematação tal situação deve ser informada, devendo todos os arrematantes apresentar os documentos para a confecção do auto.

    Topo
  15. Como funciona o pagamento do bem arrematado?
  16. No caso de leilões eletrônicos, cuja participação é exclusivamente via internet, o boleto/guia de depósito judicial será remetido via email ao arrematante para impressão, quitação e devolução do comprovante de quitação digitalizado por email ao leiloeiro. Quanto à comissão, esta será depositada em conta bancária do leiloeiro, a ser informada pelo mesmo, devendo o comprovante de pagamento também ser remetido ao email do leiloeiro.

    Se o leilão for presencial, o arrematante recebe o boleto/guia de depósito judicial em mãos, quita e entrega em mãos ou remete via email ao leiloeiro. Quanto à comissão, o leiloeiro poderá optar por receber em cheque ou através de depósito.

    Topo
  17. O que é um lote?
  18. É um bem ou conjunto de bens ofertados no leilão.

    Topo
  19. O que é lance?
  20. É o valor ofertado pelos interessados nos bens apregoados em leilão. O último lance é sempre o mais alto e a disputa ocorre desta forma. O interessado que ofertar o maior lance e estiver dentro das condições estipuladas no edital de leilão poderá comprar o lote.

    Topo
  21. O que é incremento mínimo?
  22. É o acréscimo mínimo a ser ofertado em cima do lance anterior. Para tanto, o interessado poderá ofertar um valor maior ou respeitar este incremento mínimo ao dar o seu lance. O leiloeiro tem a liberdade de alterar valor do incremento mínimo no decorrer do leilão.

    Topo
  23. Qualquer pessoa pode participar de um leilão?
  24. Os leilões são públicos e podem participar pessoas físicas (maiores de 18 anos) e jurídicas, desde que estejam na livre administração dos seus bens. Ambas devem se enquadrar nas regras estabelecidas no contrato de adesão digital e no edital de leilão.

    Topo
  25. Como ofertar um lance?
  26. No caso de leilões eletrônicos, cuja participação é exclusivamente via internet, primeiramente o interessado deve se cadastrar no portal de leilões. Após a aprovação do cadastro, o lance pode ser ofertado a qualquer momento.

    No caso de leilões presenciais, o lance é ofertado pessoalmente em viva voz.

    Topo
  27. É possível ofertar lances antes do encerramento do leilão eletrônico?
  28. Sim. Contudo, orienta-se a acompanhar em tempo real o encerramento do lote de seu interesse, pois é neste momento que a disputa “esquenta”.

    Topo
  29. Como funciona o lance automático?
  30. O participante pode deixar programado um teto máximo de lance, ou seja, o seu maior lance para aquele lote, sendo desnecessário ficar “logado” para acompanhar a disputa. Nesse sentido, quando outro participante ofertar um lance que esteja abaixo do teto do lance automático registrado, o sistema automaticamente o cobrirá, observando o incremento mínimo. Dessa forma, o participante se mantém no “páreo” mesmo não acompanhando o pregão, tudo dentro de um valor máximo de ofertas determinado por ele, sendo que os lances ficam registrados no histórico de disputa pelo lote.

    O lance automático é um instrumento de cobertura, sendo que só irá “gastar” o valor total do lance automático informado, se houver disputa para tanto.

    O valor do lance automático é sigiloso e somente o participante que o registrou, o conhece. Os demais interessados e o leiloeiro não tem conhecimento do valor dos lances automáticos registrados pelos participantes.

    Topo